O que são disfunções sexuais

DISFUNÇÕES SEXUAIS

Segundo Abdo, entende-se por disfunção sexual a incapacidade de participar da atividade sexual com satisfação, as disfunções são derivadas da falta ou do excesso, do desconforto e ou dor na expressão e no decorrer do ciclo de resposta sexual, comprometendo uma ou mais fases do ciclo de resposta sexual. Abdo, 2010.

A disfunção sexual é um transtorno no ciclo de resposta sexual ou dor associada ao ato da relação sexual, que resulta em sofrimento e pode interferir tanto na qualidade de vida quanto nas relações interpessoais. FEMINA, Novembro 2007, Ferreira et al, vol 35, nº 11

As disfunções sexuais podem ser organizadas com base na localização do problema ao longo do ciclo de resposta sexual. O Transtorno de Desejo Sexual Hipoativo e o Transtorno de Aversão Sexual são problemas relacionados à fase inicial – O Desejo Sexual. O Transtorno de Excitação Feminina e o Transtorno Erétil Masculino são problemas relacionados à segunda fase – A Excitação Sexual. O Transtorno Orgásmico Masculino e Feminino e a Ejaculação Precoce são problemas que ocorrem na terceira fase – O Orgasmo. Com frequência ocorrem problemas em mais de uma das fases do ciclo de resposta sexual em função de uma fase depender da anterior para uma resolução satisfatória. Por último os dois transtornos relacionados ao desconforto físico no intercurso sexualDispareunia e Vaginismo. DSM IV, 2000.

As disfunções sexuais são comuns a ambos os sexos, mas as mulheres tendem a queixar-se sobre a qualidade subjetiva da experiência sexual, como falta de prazer ou interesse sexual, ao invés de falha de resposta específica, os homens por sua vez reclamam de dificuldades quanto a um tipo de resposta, como a falta de ereção ou descontrole da ejaculação, mas com frequência mantém o apetite sexual. O comportamento sexual do homem é mais conhecido do que o da mulher, falta entender, por exemplo; como os aspectos biopsicosocioculturais se misturam e atuam sobre o desempenho e a satisfação feminina, em diferentes ciclos da vida sexual. Este desconhecimento está baseado no pouco conhecimento que se tem sobre a anatomia genital da mulher a qual é menos aparente que a do homem, bem como, os preconceitos que rondam esse tema, o ciclo menstrual, as fases estrogênica e progesterônica e o ciclo de vida feminino, que é composto pela menarca, o ciclo gravídico-puerperal, o climatério, menopausa e a senilidade, como estas fases influenciam na sexualidade feminina. Abdo, 2010.  

Referências

Disfunções sexuais femininas, FEMINA, novembro 2007, vol35, nº11 Ferreira, Ana. Et al.

Sexualidade Humana e Seus Transtornos / Carmita Abdo, 3ª ed. Atualizada e ampliada – São Paulo: Leitura Médica, 2010.

Manual de Diagnóstico Diferenciado do DSM-IV / Michael B. First, Allen Frances, Harold Alan Pincus: trad. Dayse Batista. – Porto Alegre : Artes Médicas Sul, 2000.

Gostou? Curta e Compartilhe com seus amigos:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Madalena Borges

Madalena Borges

ESPECIALISTA EM CASAIS E FAMILIA PELA UNIFESP, ESPECIALISTA EM SEXUALIDADE HUMANA PELA USP, ANALISTA PSICODRAMÁTICA PELA EPP. madalena@socorropsiquico.com.br

Outros artigos de nosso Blog

Ciúme na Relação do Casal - Por Madalena Borges, Psicóloga

Ciúme na Relação do Casal

Ciúme é o cuidado com o ser amado. Um sentimento positivo para qualquer relacionamento. Entretanto, torna-se um problema quando a intensidade do zelo passa a sufocar e impedir uma relação saudável com o outro.

Intimidade do Casal - Por Madalena Borges

Intimidade

Você já ouviu falar em intimidade, você tem intimidade com o seu parceiro(a) conseguem se entender pelo olhar ou pelos gestos um do outro?

Sentimento e Emoções - Por Madalena Borges, Psicóloga

Sentimento e Emoções

Uma das lições mais importantes que as pessoas precisam aprender é que seus sentimentos são sempre sobre elas mesmas, são revelações de suas necessidades de, por exemplo: serem amadas, afirmadas, sustentadas, acolhidas, ouvidas ou elogiadas.